O mito do "fale como um nativo"

Hi, fabulous student!

Hoje vim falar sobre um assunto importante e que deve ser desmistificado. Você sabe aquela história de “aprender inglês para falar como um nativo”? Então, vamos repensar um pouco sobre isso?

De que nativo estamos falando?

O inglês é a lingua oficial de mais de 50 países. Dentro de cada país, há diversas variantes do inglês. Falar “como um nativo” é falar como quem exatamente?

Vamos inverter a lógica?

O que é “falar português como um nativo”? É falar de um brasileiro? Que brasileiro? De qual classe social? Com que acesso à educação formal? De que região do Brasil? Existe só um jeito de falar português?

Falar como nativo é uma escolha?

Na realidade, não é! E também não indica nenhuma superioridade. Ser nativo só significa que você nasce em algum lugar e teve que aprender a língua que é usada no seu local de nascimento. Agora, ser bilíngue é outra história!

Falar como bilíngue

Ser bilíngue é uma escolha! Ela envolve esforços para aprender um novo idioma. Ela respeita você, a sua sua história e a sua origem. Ela reconhece a sua existência e mostra que, sim, você pode ser um ótimo falante de inglês independente de onde você nasce!

Há um inglês melhor?

Ao acreditar que existe um inglês superior que o outro você está excluindo milhares de pessoas que falam inglês de outras formas. E o pior é que, sem perceber, você acaba sendo se excluindo também. Você joga fora tudo o que você fez até agora para aprender inglês. Essa crença só te limita!

Não se restrinja

Acreditar que existe uma forma superior de inglês é uma terrível perda para você. Se você entender o inglês como uma língua global, você vai se comunicar com mais pessoas e vai conquistar muito mais oportunidades.

Veja os números

  • Falantes nativos - 378 milhões
  • Falantes não nativos - 743 milhões

(Fonte: Ethnologue)

O que você prefere?

Falar inglês com uma pequena parcela dos 378 milhões de nativos, ou falar com mais de 1 bilhão de pessoas, cada uma delas com suas particularidades, sua história e possibilidades de trocas culturais incríveis?

Acreditar que você precisa falar como um nativo só te deixa pra trás e te desfavorece, excluindo você e a maioria dos falantes de inglês. Além disso, desprender desta ideia te liberta de um monte de preconceitos limitadores!

Está tudo bem falar inglês como um brasileiro!

Gostou do post? Qual sua opinião sobre este assunto? Conta para mim aqui nos comentários!

Aproveita para compartilhar com seus amigos e me ajudar a combater o preconceito linguístico que só nos atrasa!